Grupo que apoia Wikileaks teme que Assange seja torturado e executado

O grupo internacional Friends of Wikileaks (Amigos do Wikileaks, em português), que reúne simpatizantes do site de Julian Assange, enviou uma mensagem para o Tribunal Europeu de Direitos Humanos, informou o site CubaSí.

waterboarding

Na mensagem, o grupo disse que teme que Assange seja torturado e executado se for extraditado para os Estados Unidos. Amigos do Wikileaks, integrado por pessoas da Austrália, Europa, Nova Zelândia, EUA, entre outros países, considera a detenção de Assange como “arbitrária, ilegal e violadora do Convênio Europeu de Direitos Humanos”.

Além disso, o grupo acha que a sentença que estipulou a extradição do fundador do Wikileaks para a Suécia pode resultar em uma nova extradição, só que para os Estados Unidos. Os autores da mensagem ressaltaram que, uma vez nos EUA, Assange corre o risco de ser torturado e executado. […] [portalimprensa.uol.com.br/noticias/internacional/]

Leia também

Leave a Comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*