Praia no Rio Paraguai tem quase um ataque de piranhas por dia em MT

  • Desde o começo do mês até segunda (14), 12 pessoas foram atacadas.

  • Bióloga afirma que nível baixo do rio pode ter contribuído para ataques.

  • Prefeitura instalou placas para alertar os banhistas sobre os ataques no Rio Paraguai

Turistas e moradores da cidade de Cáceres, na região do Pantanal mato-grossense, estão assustados com uma série de ataques de piranhas ocorridos este mês no Rio Paraguai na cidade, distante 220 quilômetros da capital Cuiabá. Pelo menos 12 banhistas já foram atacados desde o início de novembro na praia de Daveron, localizada no centro da cidade e conhecida por ser um dos principais pontos turísticos por conta do Festival Internacional de Pesca, que ocorre todos os anos em Cáceres. […]

ataques no Rio Paraguai (Foto Kelly Martins G1) piranha

O tenente também avalia que a grande concentração de cardumes na praia, nesta época do ano, pode ter contribuído para que os ataques tenham se tornado constantes. Segundo o bombeiro, apesar do número de vítimas, o local não deverá ser interditado para uso. Por outro lado, alguns clubes no município já suspenderam o banho de rio aos associados, na tentativa de evitar que as piranhas se aproximem dos banhistas. Também chegaram a instalar alambrado no rio para evitar novos acidentes.

Com as dentes afiados, as piranhas chegam a arrancar pedaços da pele dos pés, calcanhar e pernas dos banhistas. Entre as vítimas estão adolescentes e adultos. Em um dos casos, um adolescente de 15 anos teve ferimentos na sola pé quando brincava com amigos no rio. Já o jovem Élson de Campos Pinto, de 22 anos, quase teve a ponta de um dedo do pé arrancada no momento em que nadava na praia. […] [Kelly Martins/g1.globo.com]

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*