Parque Olímpico do Rio

Aecom vence concurso para o plano geral do Parque Olímpico do Rio de Janeiro

Parque Olímpico do Rio-

Projeto indica a localização e volumetria de prédios e arenas das competições esportivas e o plano urbano da região após os jogos de 2016

O projeto do arquiteto britânico Bill Hanway, em parceria com Daniel Gusmão, da filial brasileira da Aecom, foi anunciado vencedor do concurso internacional para o Plano Diretor do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O escritório recebe prêmio de R$ 100 mil.

O resultado foi divulgado pelo presidente do departamento fluminense do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ), Sérgio Magalhães, e pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O projeto deveria indicar a localização e volumetria de prédios e arenas destinados às competições esportivas, bem como os espaços reservados para praças, ruas e jardins. Além disso, deveria sugerir volumetria para os futuros empreendimentos imobiliários a serem construídos na área. O plano também contempla duas mil vagas de estacionamentos destinadas a veículos das comitivas oficiais, prestadores de serviços e patrocinadores. A concurso ainda tinha como premissa o desenvolvimento de um plano para evitar o escoamento de detritos para a Lagoa de Marapendi durante períodos de chuva.

Confira abaixo os projetos vencedores:

Primeiro Colocado – AECOM

A partir de uma “Via Olímpica”, o projeto se estende por todo o terreno até chegar à outra ponta, onde haverá uma praça pública para 25 mil pessoas assistirem a transmissão de jogos. Cinco “vilas” – diversidade, beleza, sustento, saúde e ambiente -, serão distribuídas pelos espaços ao lado das curvas da via, para que o público possa descansar e se entreter longe do fluxo principal de pessoas. Haverá também um parque linear à beira da lagoa de Jacarepaguá. […] [arquitetoecia.com.br]

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*