Três argentinos já morreram em Santa Catarina

Nesta quarta-feira, Turga Carvalho Roberto se tornou a terceira vítima

Parece que a sorte não tem acompanhado os turistas argentinos que escolheram Santa Catarina para passar as férias de verão na temporada 2011. Coincidência ou não, pelo menos três já morreram desde o dia 4 de janeiro no Estado, isso sem contar os acidentes e assaltos que tiveram os hermanos como vítimas.

Playa de Itapema

Nesta quarta-feira foi registrada a terceira morte de um argentino em terras catarinenses. Turga Carvalho Roberto, de 55 anos, estava com a mulher e o filho na praia de Itapema, no Litoral Norte do Estado, quando a forte correnteza do mar o arrastou e ele se afogou. Roberto chegou a ser levado ao hospital com vida, mas não resistiu.

jurere2

Há uma semana e meia, Dora Helena Fernandez, de 80 anos, sofreu uma parada cardíaca quando estava com a família na beira da praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis. O corpo da idosa ficou estendido por pelo menos duas horas no local até ser recolhido.

CANASVIEIRAS

O primeiro caso aconteceu na noite do dia 4 de janeiro.Raúl Alberto Baldo, de 48 anos, foi assassinado por bandidos que tentaram roubar seu carro na praia de Canasvieiras, também na Capital. Baldo reagiu ao assalto e foi baleado na frente dos filhos. Nesta quarta-feira a polícia prendeu dois suspeitos de envolvimento no crime.

B DE CAMB

Para completar a maré ruim, na noite desta quarta-feira,uma argentina caminhava com o filho pela Avenida Brasil, em Balneário Camboriú, quando um vidro caiu do oitavo andar de um prédio e atingiu a mulher. Zulma Verônica Tedesco, de 41 anos, foi levada ao hospital com um corte na cabeça. A criança não se feriu. [clicrbs.com.br]

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*